Reino Unido restringe acesso a benefícios sociais

Primeiro-ministro britânico, David Cameron, anuncia nesta segunda-feira lista de restrições a estrangeiros, que atingem principalmente imigrantes da Bulgária e da Romênia, recentemente integradas a União Europeia

Reino Unido restringe acesso a benefícios sociais
Reino Unido restringe acesso a benefícios sociais
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O governo do Reino Unido prepara para hoje (25) a divulgação de uma série de medidas que limita o acesso de parte de imigrantes de várias regiões do mundo a benefícios sociais. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, deve anunciar as restrições, entre elas à habitação. Segundo analistas, as medidas atingem principalmente os búlgaros e romenos.

O ministro da Imigração britânico, Mark Harper, disse que o objetivo das medidas é assegurar que as pessoas que migram para o Reino Unido tenham condições de trabalhar, mas também cumpram suas obrigações, como o pagamento de impostos. "Nós não queremos que eles pensem que vêm para cá obter ajuda dos contribuintes britânicos. É para isso que estamos adotando as restrições", ressaltou.

Dados não oficiais indicam que, sem as restrições, o número de romenos e búlgaros interessados em migrar para o Reino Unido pode chegar a 50 mil pessoas em 2014. A Bulgária e a Romênia passaram a integrar a União Europeia.

*Com informações da agência pública de informações de Portugal, Lusa.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email