Rival rejeita governo de unidade liderado por Netanyahu

Ex-militar Benny Gantz defende sua indicação como primeiro-ministro do novo governo de Israel. Seu partido superou o de Netanyahu por margem apertada, deixando o país mergulhado em novo impasse político

(Foto: Reuters)

DW - O ex-militar Benny Gantz, líder do partido centrista Azul e Branco, rejeitou nesta quinta-feira (19/09) uma proposta do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, para formar uma coalizão de governo, após as concorridas eleições gerais no país, que não deixaram um vencedor claro.

Gantz disse que ele, e não Netanyahu, deveria ser o primeiro-ministro do futuro governo, uma vez que a aproximação do fim das apurações indica que seu partido deverá conseguir a maioria no Parlamento, ainda que seja de apenas duas cadeiras.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247