Rival rejeita governo de unidade liderado por Netanyahu

Ex-militar Benny Gantz defende sua indicação como primeiro-ministro do novo governo de Israel. Seu partido superou o de Netanyahu por margem apertada, deixando o país mergulhado em novo impasse político

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

DW - O ex-militar Benny Gantz, líder do partido centrista Azul e Branco, rejeitou nesta quinta-feira (19/09) uma proposta do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, para formar uma coalizão de governo, após as concorridas eleições gerais no país, que não deixaram um vencedor claro.

Gantz disse que ele, e não Netanyahu, deveria ser o primeiro-ministro do futuro governo, uma vez que a aproximação do fim das apurações indica que seu partido deverá conseguir a maioria no Parlamento, ainda que seja de apenas duas cadeiras.

Leia aqui a íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email