Rússia diz que ataque ucraniano contra usina nuclear de Zaporozhie quase causou acidente de radiação

Um ataque de artilharia dos militares ucranianos no território da usina nuclear de Zaporozhie, a maior da Europa, poderia ter provocado um grande incêndio e um acidente de radiação

www.brasil247.com -
(Foto: Sputnik / Konstantin Mikhailchevsky)


Sputnik - Um ataque de artilharia dos militares ucranianos no território da usina nuclear de Zaporozhie, a maior da Europa, poderia ter provocado um grande incêndio e um acidente de radiação, disse o Ministério da Defesa russo nesta sexta-feira (5).

"Felizmente os projéteis ucranianos não atingiram as instalações de petróleo e combustível e a estação de oxigênio localizada nas proximidades, o que evitou um incêndio maior e um possível acidente de radiação na maior usina nuclear da Europa", disse o ministério, em comunicado.

O órgão ressaltou que "o cinismo desta provocação de Kiev" ocorreu durante uma conferência internacional sobre o funcionamento do Tratado sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP), em Nova York, na Organização das Nações Unidas (ONU).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Pedimos às organizações internacionais que condenem as ações criminosas do governo de [Vladimir] Zelensky, que está realizando atos de terrorismo nuclear. No caso de novas provocações à usina nuclear, toda a responsabilidade por interromper seu trabalho é inteiramente de Kiev", alertou o Ministério da Defesa russo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 A Rússia iniciou a operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.

Além disso, as Forças Armadas da Rússia têm acusado militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email