Rússia diz que 'jogo inútil' de sanções dos EUA não ficará sem resposta

A Rússia condenou as novas sanções dos EUA contra cidadãos russos, prometendo que o "jogo inútil de sanções" não "ficará sem resposta".

(Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

HispanTV - "Pedimos aos políticos dos EUA que parem com esse jogo inútil de sanções incoerentes, cujo resultado é zero, e que retornem ao bom senso", disse em comunicado o Ministério das Relações Exteriores da Rússia, dirigido pelo chanceler Sergei Lavrov.  

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Rússia, as novas sanções norte-americanas afetam empresários e organizações "selecionados arbitrariamente", além de vários aviões e navios.  

O Ministério das Relações Exteriores russo afirma que as sanções são um "reflexo da crise política interna dos EUA", na qual "os assuntos russos são deliberadamente usados ​​por Washington como uma ferramenta para alcançar seus próprios objetivos oportunistas".  

O Departamento do Tesouro dos EUA impôs sanções a dois cidadãos russos e três empresas na segunda-feira por suposta interferência nas eleições presidenciais dos EUA em 2016.  

Os resultados da investigação realizada sobre a suposta conspiração russa, aparentemente confirmaram a interferência de Moscou nas eleições presidenciais de 2016 e obstrução da Justiça pelo círculo do presidente dos EUA, Donald Trump.  

A Rússia, no entanto, nega todo o envolvimento no sistema político dos EUA e garante que a acusação não passa de um truque para desviar a atenção da população dos graves problemas internos desse país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email