Rússia mantém objetivo de acabar com terrorismo na Síria, diz Lavrov

Na segunda-feira, o governo russo confirmou seu compromisso de combater os grupos terroristas que permanecem na Síria, além de ajudar no processo de devolução dos desalojados pela crise no país árabe

Sergei Lavrov
Sergei Lavrov (Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Telesur - Na segunda-feira (9), o governo russo confirmou seu compromisso de combater os grupos terroristas que permanecem na Síria, além de ajudar no processo de devolução dos desalojados pela crise no país árabe. 

"Nossa opinião coincidiu com a necessidade de continuar combatendo o terrorismo na Síria e avançar no processo de solução da crise neste país", disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em uma coletiva de imprensa realizada ontem em Moscou, ao lado do ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian.   

Lavrov e Le Drian participaram na segunda-feira de uma sessão do Conselho de Cooperação de Segurança Russo-Francês, realizado em Moscou, com a presença de ministros da Defesa dos dois países.  

O chefe da diplomacia russa disse que Moscou e Paris concordaram em "continuar trabalhando para dar uma resposta coordenada aos terroristas que ainda estão em território sírio".  

Os problemas humanitários, o retorno dos deslocados pelo conflito e o início do processo político na Síria foram questões discutidas na reunião bilateral russo-francesa.  

Na província síria de Idlib, ainda existe a presença de vários grupos terroristas que são combatidos pelas forças armadas da nação árabe com a ajuda da Rússia.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247