Secretário de Estado dos EUA diz que Washington apoia Egito em luta contra terrorismo

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse que seu país apoia o Egito em sua luta contra o Estado Islâmico, mas reiterou que Washington defende eleições livres e justas no país árabe; Tillerson ainda afirmou que os EUA continuam comprometidos em buscar uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, apesar da decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse que seu país apoia o Egito em sua luta contra o Estado Islâmico, mas reiterou que Washington defende eleições livres e justas no país árabe; Tillerson ainda afirmou que os EUA continuam comprometidos em buscar uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, apesar da decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel
O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse que seu país apoia o Egito em sua luta contra o Estado Islâmico, mas reiterou que Washington defende eleições livres e justas no país árabe; Tillerson ainda afirmou que os EUA continuam comprometidos em buscar uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, apesar da decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel (Foto: Leonardo Lucena)

CAIRO (Reuters) - O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse nesta segunda-feira que seu país apoia o Egito em sua luta contra o Estado Islâmico, mas reiterou que Washington defende eleições livres e justas no país árabe.

Falando em coletiva de imprensa ao lado de sua contraparte egípcia, Tillerson ainda disse que os EUA continuam comprometidos em buscar uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, apesar da decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Tillerson chegou ao Egito no início de uma turnê regional em meio à intensificação nas tensões entre Israel e Síria, provocada pela derrubada de um caça F-16 israelense, e na esteira de grande operação de segurança dos militares egípcios para reprimir militantes que já mataram centenas de pessoas desde 2013.

“Concordamos que continuaremos com nossa cooperação estreita nas medidas contra o terrorismo”, afirmou o secretário. “O povo egípcio deve ter a confiança de que o comprometimento dos EUA de continuarem a apoiar o Egito na luta contra o terrorismo e levar segurança ao povo egípcio é firme”.

A campanha militar do Egito ocorre antes da eleição presidencial, marcada para março, na qual o presidente Abdel Fattah al-Sisi busca um segundo mandato.

Indagado a respeito, Tillerson respondeu que os EUA apoiam uma eleição crível e transparente no Egito e na Líbia.

“Sempre defendemos eleições livres e justas, eleições transparentes, não só no Egito, mas em qualquer país”, disse Tillerson.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247