Secretário-Geral da ONU diz que OMS é 'absolutamente essencial' para vencer a guerra contra o coronavírus

O Secretário Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, criticou a decisão do governo Trump de cortar fundos para a Organização Mundial da Saúde (OMS), alegando que "não é o momento" de fazê-lo, agora que o mundo está lutando contra a pandemia de coronavírus

António Guterrez, Secretário-geral da ONU  
António Guterrez, Secretário-geral da ONU   (Foto: UN Photo / Jean-Marc Ferré)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Não é hora de cortar recursos para as operações da OMS ou de qualquer outra organização humanitária na luta contra o vírus", disse o secretário geral da ONU, António Guterres, em comunicado publicado nesta terça-feira (14) no site da ONU. "Agora é a hora da unidade e da comunidade internacional trabalhar em solidariedade para impedir esse vírus e suas conseqüências devastadoras", acrescentou.

O secretário geral da ONU fez essa declaração horas depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que deixaria de fornecer fundos para a OMS. 

Guterres enfatizou que o apoio da OMS e milhares de seus trabalhadores "na linha de frente" da luta contra a pandemia "é absolutamente essencial para os esforços do mundo para vencer a guerra contra a Covid-19", informa o Cubadebate.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247