Secretário-geral da ONU faz apelo contra violência na Venezuela

Secretário-geral da ONU, António Guterres, "apela enfaticamente" para que se evite a violência na Venezuela, disse um porta-voz da entidade após a primeira morte ligada aos esforços de levar "ajuda humanitária" ao país, contrariando as ordens do presidente venezuelano, Nicolás Maduro; apoiado pelos EUA, o líder da oposição, Juan Guaidó, se comprometeu a levar ajuda humanitária de países vizinhos no sábado e pediu que forças de segurança desobedeçam Maduro e permitam a entrada dos comboios no país

Secretário-geral da ONU faz apelo contra violência na Venezuela
Secretário-geral da ONU faz apelo contra violência na Venezuela (Foto: Photo ONU/Rick Bajornas)

Reuters - O secretário-geral da Organização das Nações Unidos (ONU), António Guterres, "apela enfaticamente" para que se evite a violência na Venezuela, disse um porta-voz da ONU nesta sexta-feira após a primeira morte ligada aos esforços de levar ajuda humanitária ao país, contrariando as ordens do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

"Qualquer perda de vida é lastimável", disse o porta-voz Stephane Dujarric a repórteres. "Olhando para o futuro, o secretário-geral apela enfaticamente para que se evite a violência".

O líder da oposição, Juan Guaidó, se comprometeu a levar ajuda humanitária de países vizinhos no sábado e pediu que forças de segurança desobedeçam Maduro e permitam a entrada da ajuda no país, assolado por falta de alimentos e medicamentos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247