Senado dos EUA promove lei de ingerência contra Venezuela

Democratas e republicanos do Senado apresentaram na quarta-feira (3) no Congresso dos Estados Unidos o projeto de lei "Verdad", supostamente para ajudar a "restaurar a democracia" e enfrentar a "crescente crise humanitária" na Venezuela; trata-se de uma lei de ingerência que favorece os planos de golpe e intervenção do imperialismo estadunidense no país sul-americano

Senado dos EUA promove lei de ingerência contra Venezuela
Senado dos EUA promove lei de ingerência contra Venezuela

247 - Democratas e republicanos do Senado apresentaram na quarta-feira (3) no Congresso dos Estados Unidos o projeto de lei "Verdad", supostamente para ajudar a "restaurar a democracia" e enfrentar a "crescente crise humanitária" na Venezuela. Trata-se de uma lei de ingerência que favorece os planos de golpe e intervenção do imperialismo estadunidense no país sul-americano.

De acordo com a agência noticiosa AFP, a iniciativa é impulsionada pelo democrata de Nova Jersey Bob Menéndez, membro do Comitê de Relações Exteriores do Senado, e pelo republicano Marco Rubio (Flórida), um dos arquitetos da estratégia do governo de Donald Trump para derrubar o presidente venezuelano Nicolás Maduro do poder.

"Verdad", sigla em inglês para 'Venezuela Emergency Relief, Democracy Assistance and Development Act' e que em espanhol significa 'Verdade', aumenta as medidas de ingerência, sob o pretexto de oferecer assistência humanitária e "combater a corrupção". Os senadores estadunidenses apoiam os esforços do líder da oposição Juan Guaidó para construir instituições financeiras que funcionariam, segundo eles, depois da derrubada de Maduro.

"A lei Verdad dá à administração Trump as ferramentas diplomáticas necessárias para ir além das promessas presidenciais", disse Menéndez. Por sua vez, Rubio disse que a legislação envia "uma clara mensagem bipartidária" por parte dos Estados Unidos.

Com informações da AFP

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247