Será que o mundo suporta mais um Bush?

Crescem as especulações de que o ex-governador da Flórida, Jeb Bush, irmão do ex-presidente George W. Bush, estaria planejando concorrer à Casa Branca, em 2016

Será que o mundo suporta mais um Bush?
Será que o mundo suporta mais um Bush?
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por John Whitesides

WASHINGTON, 10 Mar (Reuters) - O ex-governador da Flórida Jeb Bush apareceu em cinco programas de entrevistas matinais neste domingo, para anunciar o novo livro dele sobre imigração, mas disse que seu aumento de visibilidade não significa a sua reinserção na política ou que esteja planejando uma candidatura à Casa Branca--ainda não, pelo menos.

A maratona de programas de entrevistas fechou uma semana atarefada de apresentações públicas para Bush, um dos muitos republicanos vistos como potenciais candidatos para as nomeações presidenciais de 2016. Bush disse que é muito cedo para ponderar seriamente uma candidatura para a Casa Branca.

"Eu decidi adiar qualquer consideração disso até o momento adequado... o que ainda vai demorar mais de um ano, com certeza," afirmou Bush no programa "State of the Union" da CNN. "Quando eu decidir passar pelo processo (de candidatura), vou avisá-los."

O tour do livro de Bush levantou uma corrente de especulações sobre seu futuro político, mas ele se desvencilhou das perguntas sobre os planos, sem dar uma decisão definitiva sobre a candidatura presidencial.

Bush é um em um punhado de potenciais candidatos republicanos na mira pública nos meses recentes, uma lista que também inclui o senador republicano Marco Rubio, da Flórida, o governador da Lousiana, Bobby Jindal, e o governador de New Jersey, Chris Christie.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247