Síria anistia militantes que se entregaram após golpe frustrado

Presidente da Síria, Bashar Assad, decretou anistia a militantes contrários ao governo; medida se aplica aos que baixaram suas armas; Síria vive em crise desde 2011 e em estado de guerra permanente e as tropas governamentais combatem vários grupos terroristas e organizações militares, inclusive o Estado Islâmico e a Frente al-Nusra

Presidente da Síria, Bashar Assad, decretou anistia a militantes contrários ao governo; medida se aplica aos que baixaram suas armas; Síria vive em crise desde 2011 e em estado de guerra permanente e as tropas governamentais combatem vários grupos terroristas e organizações militares, inclusive o Estado Islâmico e a Frente al-Nusra
Presidente da Síria, Bashar Assad, decretou anistia a militantes contrários ao governo; medida se aplica aos que baixaram suas armas; Síria vive em crise desde 2011 e em estado de guerra permanente e as tropas governamentais combatem vários grupos terroristas e organizações militares, inclusive o Estado Islâmico e a Frente al-Nusra (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - O presidente da Síria, Bashar Assad, decretou hoje (28) anistia a militantes contrários ao governo. A medida se aplica aos que baixaram suas armas.

A informação foi divulgada pela agência de notícias Sputnik. A Síria vive em crise desde 2011 e em estado de guerra permanente.

As tropas governamentais combatem vários grupos terroristas e organizações militares, inclusive o Estado Islâmico e a Frente al-Nusra.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247