Síria rompe cessar-fogo e retoma ataques a Damasco

Helicópteros sírios retomaram o bombardeio do vale do Wadi Barada, no noroeste de Damasco depois de quase 24 horas sem ataques aéreos, disse um oficial rebelde e o grupo de observação do Observatório Sírio de Direitos Humanos; rebeldes ameaçaram abandonar o acordo de cessar-fogo que entrou em vigor na sexta-feira (30) se o governo sírio e seus aliados continuassem a violá-l; forças do presidente Bashar Al Assad negam desrespeito ao acordo

Guerra na Síria
Guerra na Síria (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - Os helicópteros sírios retomaram o bombardeio do vale do Wadi Barada, no noroeste de Damasco depois de quase 24 horas sem ataques aéreos, disse um oficial rebelde e o grupo de observação do Observatório Sírio de Direitos Humanos. A informação é da Reuters.

Os rebeldes ameaçaram ontem, abandonar o acordo de cessar-fogo que entrou em vigor na sexta-feira se o governo sírio e seus aliados continuassem a violá-lo. As forças de Assad negam desrespeito ao acordo. O Observatório e uma agência de notícias militar dirigida pelo Hezbollah libanês, um aliado de Damasco, disseram que centenas de civis haviam deixado Wadi Barada nas últimas áreas controladas pelo governo próximas.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247