Site do governo francês anuncia por engano renúncia do primeiro-ministro e sua equipe

O falso anúncio ocorre em um momento em que aumenta o suspense sobre a saída de Jean Castex e quem irá ocupar o cargo

www.brasil247.com - Jean Castex
Jean Castex (Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes)


Da RFI - O site do governo do primeiro-ministro francês, Jean Castex, anunciou na manhã deste sábado (14) a demissão do líder e de sua equipe. "O erro" foi corrigido logo depois, a poucas horas da substituição do premiê por um nome ainda desconhecido. 

Segundo a página do Hotel de Matignon — a residência oficial do primeiro-ministro da França — a notícia foi publicada "devido a problemas técnicos". O falso anúncio ocorre em um momento em que aumenta o suspense sobre a saída de Castex e quem irá ocupar o cargo. 

Fontes próximas ao premiê garantem que a demissão de Castex — prevista desde a reeleição do presidente Emmanuel Macron — não deve ocorrer antes da segunda-feira (16). O chefe do governo francês deveria viajar no domingo (15) ao Vaticano para a canonização de três franceses, mas teve de cancelar o compromisso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, Macron viajou neste sábado a Abu Dhabi para participar das homenagens ao xeque Khalifa ben Zayed Al-Nahyane, presidente dos Emirados Árabes Unidos, morto na sexta-feira (13). Os dois chefes do executivo da França não podem estar fora do país ao mesmo tempo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o Hotel de Matignon, a notícia da saída de Castex está sendo preparada já há algum tempo e foi publicada "por engano". Como o anúncio continuava aparecendo no motor de pesquisas do Google, o serviço de informação do governo teve de contatar a empresa para pedir que o erro fosse reparado.

"Após o aviso, a página saiu do referenciamento e foi despublicada. Apenas os comunicados de imprensa são confiáveis. Não haverá uma mudança de governo prevista hoje, até onde sabemos", indicaram fontes próximas ao premiê.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fim do primeiro mandato de Macron

Termina à meia-noite deste sábado o primeiro mandato de Macron, que teve início em 14 de maio de 2017. O novo governo do presidente começará oficialmente no domingo (14). 

Enquanto isso, Macron mantém o suspense sobre o anúncio do novo ou da nova chefe de Governo. Castex já promoveu uma cerimônia interna de despedida aos funcionários do Hotel de Matignon, na quarta-feira (11). Um dia depois, na quinta-feira (12), o premiê deu adeus a seus ministros em um jantar nos jardins de sua residência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Macron garante que já fez sua escolha e, ao que tudo indica, o cargo será ocupado por uma mulher, com o perfil "social e ecológico", segundo o presidente francês. Se o boato se confirmar, essa será a segunda vez que uma mulher é nomeada à função. A única a ter ocupado o cargo foi Edith Cresson, em 1991, durante o segundo mandato do presidente socialista François Mitterrand.

Entre as personalidades mais cotadas para ser chefe de Governo atualmente estão a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, a ex-ministra socialista das Questões Sociais, Marisol Touraine, e a economista Laurence Tubiana. 

Algumas lideranças do governo pedem para que Macron não demore a fazer o anúncio, em um momento em que as eleições legislativas de junho se aproximam e que a aliança formada pela esquerda batalha para obter a maioria na Assembleia. Se isso ocorrer, após a votação, o presidente francês terá de nomear como primeiro-ministro uma personalidade que provavelmente fará oposição a seu governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email