Sobe para 109 o número de mortos por erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala

O número de mortos pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, ocorrido no último domingo (3), subiu para 109, após outros 10 corpos terem sido encontrados, informou o Instituto Nacional de Ciências Forenses do país centro-americano (Inacif); o porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que os trabalhos de resgate foram suspensos devido às más condições meteorológicas na região

O número de mortos pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, ocorrido no último domingo (3), subiu para 109, após outros 10 corpos terem sido encontrados, informou o Instituto Nacional de Ciências Forenses do país centro-americano (Inacif); o porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que os trabalhos de resgate foram suspensos devido às más condições meteorológicas na região
O número de mortos pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, ocorrido no último domingo (3), subiu para 109, após outros 10 corpos terem sido encontrados, informou o Instituto Nacional de Ciências Forenses do país centro-americano (Inacif); o porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que os trabalhos de resgate foram suspensos devido às más condições meteorológicas na região (Foto: Leonardo Lucena)

Agência EFE - O número de mortos pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, ocorrido no último domingo, subiu nesta quinta-feira para 109, após outros 10 corpos terem sido encontrados, informou o Instituto Nacional de Ciências Forenses do país centro-americano (Inacif).

O porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que os trabalhos de resgate foram suspensos devido às más condições meteorológicas na região.

O Inacif também informou que conseguiu identificar os corpos de mais duas pessoas - uma criança, de 8 anos, e uma mulher, ainda sem a idade determinada. Além deles, já haviam sido 28 corpos identificados.

Segundo o órgão, mais de cem pessoas solicitaram a realização de exames de sangue para facilitar o trabalho dos legistas e 225 foram ao Inacif em busca de desaparecidos após a erupção do vulcão.

A forte erupção do último domingo e a constante atividade vulcânica afetaram 1,7 milhão de pessoas, deixou 12,4 mil desabrigados, 197 desaparecidas e 58 feridas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247