Soberania deve ser respeitada, mas países têm responsabilidades, diz secretário da ONU sobre a Amazônia

"Não tenho dúvida que soberania é um dos elemento-chave das relações internacionais. É verdade para o Brasil e é verdade para os outros países”, disse o secretário- geral das Nações Unidas, António Guterres, em almoço com a imprensa nesta sexta-feira

António Guterrez, Secretário-geral da ONU  
António Guterrez, Secretário-geral da ONU   (Foto: UN Photo / Jean-Marc Ferré)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O secretário-geral da ONU, António Guterres, falou durante almoço a 15 jornalistas internacionais, nesta sexta-feira (20) e defendeu a responsabilidade do governo Bolsonaro com a destruição da Amazônia. A  reportagem é do Portal Valor Econômico. 

“Não tenho dúvida que soberania é um dos elemento-chave das relações internacionais. É verdade para o Brasil e é verdade para os outros países”, disse ele 

“Claro que a soberania dos países deve ser respeitada, mas todos têm responsabilidades”, continuou. 

Ele seguiu sua fala: “Quando se discute mudança do clima é importante ampliar, o máximo possível, o número de florestas no mundo. E reduzir, o máximo possível, sua perda.”

“Assim como falamos ao Brasil, por favor, preserve a Amazônia, falamos à China, por favor, use menos carvão. É a mesma coisa”, continuou Guterres. “Nosso papel é dizer o que temos de fazer, mas não somos juízes.”

O secretário-geral disse estar esperançoso para que os problemas do governo brasileiro com o governo francês, que se intensificaram a partir da crise dos incêndios na Amazônia, possam ser aparados nos próximos dias, em Nova York.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email