Somente unido, o mundo poderá enfrentar a pandemia do coronavírus

Em uma reunião virtual de emergência na última quinta-feira, os líderes do G20 deram passos na direção certa. Mas ainda estamos longe de ter uma resposta global coordenada e articulada que atenda à magnitude sem precedentes do que estamos enfrentando, afirma o secretário-geral da ONU, Antonio Guterrez

António Guterrez, Secretário-geral da ONU  
António Guterrez, Secretário-geral da ONU   (Foto: UN Photo / Jean-Marc Ferré)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Longe de achatar a curva de infecção, ainda estamos muito atrasados. A doença levou inicialmente 67 dias para infectar 100.000 pessoas. Em breve, 100.000 pessoas e mais serão infectadas diariamente. Sem uma ação concertada e corajosa, o número de novos casos certamente aumentará para milhões, levando os sistemas de saúde ao ponto de ruptura, deixando as economias e as pessoas em desespero, com as pessoas mais pobres sendo as mais afetadas", afirma o chefe das Nações Unidas.

"Devemos nos preparar para o pior e fazer todo o possível para evitá-lo. Aqui está um apelo à ação, baseado em ciência, solidariedade e políticas inteligentes, para fazer exatamente isso.

"Somente unindo o mundo será capaz de enfrentar a pandemia do covid-19 e suas conseqüências devastadoras", enfatiza

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email