Stanley Gacek: em plena ditadura, Lula tinha mais direitos do que agora

O sindicalista estadunidense Stanley Gacek, amigo de Lula, conheceu o ex-presidente em 1981, quando Lula foi condenado pelo regime militar pela greve geral dos metalúrgicos do ABC, e considera que, em plena ditadura, Lula tinha mais direitos do que sob o golpe de Estado; "Lula ficou detido durante dias, em 1980; hoje, já são quase cinco meses de cárcere", condena o sindicalista; assista a íntegra da entrevista 

Stanley Gacek: em plena ditadura, Lula tinha mais direitos do que agora
Stanley Gacek: em plena ditadura, Lula tinha mais direitos do que agora

TV 247 - O jornalista Brian Mier entrevistou, nesta semana, o sindicalista estadunidense Stanley Gacek, que possui uma longa trajetória de lutas em parceria com o Brasil. O sindicalista, que conheceu Lula nos anos 80 e tornou-se, desde então, seu amigo, denuncia as arbitrariedades do Estado de exceção imposto ao País. "em plena ditadura, Lula tinha mais direitos do que em 2018", condena. 

No dia 19 de abril de 1980, Luiz Inácio Lula da Silva, então líder sindical no ABC paulista, foi preso pelo Dops, a polícia política do regime militar, e permaneceu sob cárcere durante 31 dias. 

O sindicalista relata conhecer Lula desde 1981, quando participou de uma comitiva internacional que prestou solidariedade a Lula, então condenado pela Lei de Segurança Nacional da ditadura militar por ter promovido a grande greve geral dos metalúrgicos do ABC.  

Gacek observa que, em plena ditadura militar, o ex-presidente tinha mais direitos do que agora. "Lula ficou preso durante dias em 1980, atualmente, já são quase cinco meses de cárcere, numa sentença contraditória, que não faz sentido algum", expõe. 

Ele classifica como "gravíssimo" o fato do governo Temer e setores do judiciário sinalizarem que não irão cumprir o parecer da ONU orientando que Lula tenha seus direitos políticos garantidos. "demonstra que o Brasil vai ficar contra os direitos internacionais", ressalta. 

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista com o sindicalista Stanley Gacek: 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247