Suprema Corte: adiamento da posse de Chávez é legal

Presidente do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela, Luisa Estella Morales disse que não é necessário o juramento em 10 de janeiro e que tanto o presidente Chávez como o vice-presidente Nicolás Maduro continuam em suas funções; Hugo Chávez está internado em Cuba, onde passa por tratamento contra um câncer; oposição é contra adiamento

Suprema Corte: adiamento da posse de Chávez é legal
Suprema Corte: adiamento da posse de Chávez é legal
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

CARACAS, 9 Jan (Reuters) - A presidente do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela, Luisa Estella Morales, disse nesta quarta-feira que o adiamento da posse de Hugo Chávez para o mandato de 2013 a 2019 é constitucional.

Morales disse que não é necessário o juramento em 10 de janeiro e que tanto o presidente Chávez como o vice-presidente Nicolás Maduro continuam em suas funções, já que existe uma continuidade do mandato além de 10 de janeiro.

"O poder executivo, constituído pelo presidente, o vice-presidente, os ministros e demais órgãos e funcionários da administração, continuará exercendo plenamente suas funções com fundamento no princípio da continuidade administrativa", disse Morales, acompanhada de vários magistrados da sala constitucional.

(Reportagem de Eyanir Chinea)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email