Suspeito de explosões no Texas se mata após perseguição policial

Suspeito de realizar uma série de explosões em Austin, no Texas, cometeu suicídio com um explosivo na madrugada ao lado de uma autoestrada no momento em que a polícia se aproximava dele; série de explosões iniciada no começo deste mês em Austin deixou duas pessoas mortas e outros feridos; explosões começaram com pacotes deixados nas portas de casas, e continuaram com uma bomba aparentemente ativada por uma armadilha, no domingo, e dois pacotes que explodiram em uma unidade da FedEx na terça-feira (20)

Agentes de segurança do Texas durante investigação de dispositivo explosivo em Austin 20/03/2018 REUTERS/Loren Elliott
Agentes de segurança do Texas durante investigação de dispositivo explosivo em Austin 20/03/2018 REUTERS/Loren Elliott (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O homem suspeito de realizar uma série de explosões em Austin, no Texas, cometeu suicídio com um explosivo na madrugada desta quarta-feira ao lado de uma autoestrada no momento em que a polícia se aproximava dele, disseram autoridades policiais.

A polícia havia localizado o suspeito em um hotel perto de Austin, a capital do Texas, e estava o seguindo quando ele pulou para o lado da estrada e detonou um explosivo, se matando, disse o chefe da polícia de Austin, Brian Manley, a repórteres perto do local da morte.

Uma série de explosões iniciada no começo deste mês em Austin deixou duas pessoas mortas e outros feridos.

As explosões começaram com pacotes deixados nas portas de casas, e continuaram com uma bomba aparentemente ativada por uma armadilha, no domingo, e dois pacotes que explodiram em uma unidade da FedEx na terça-feira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247