Tempestade de neve já matou 19 nos EUA

Ventos fortes e queda recorde de neve paralisou dez estados da costa leste e deixou de pessoas imobilizadas nas estradas durante horas; tempestade surpreendeu a cidade de Nova York, que paralisou a circulação de carros até o início deste domingo (24); na Ilha de Manhattan, os túneis e pontes foram fechados e todos os espetáculos da Broadway foram cancelados

Ventos fortes e queda recorde de neve paralisou dez estados da costa leste e deixou de pessoas imobilizadas nas estradas durante horas; tempestade surpreendeu a cidade de Nova York, que paralisou a circulação de carros até o início deste domingo (24); na Ilha de Manhattan, os túneis e pontes foram fechados e todos os espetáculos da Broadway foram cancelados
Ventos fortes e queda recorde de neve paralisou dez estados da costa leste e deixou de pessoas imobilizadas nas estradas durante horas; tempestade surpreendeu a cidade de Nova York, que paralisou a circulação de carros até o início deste domingo (24); na Ilha de Manhattan, os túneis e pontes foram fechados e todos os espetáculos da Broadway foram cancelados (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

Uma tempestade com ventos fortes e queda recorde de neve paralisou dez estados da costa leste dos Estados Unidos e já causou pelo menos 19 mortes, dezenas de feridos, e deixou centenas de pessoas imobilizadas nas estradas durante horas.

A tempestade surpreendeu a cidade de Nova York, que paralisou a circulação de carros até o início deste domingo. Na Ilha de Manhattan, os túneis e pontes foram fechados e todos os espetáculos da Broadway foram cancelados.

A capital norte-americana, Washington DC, está desde o meio-dia de sexta-feira em alerta máximo e no sábado registrou a pior fase da tempestade, com fortes ventos, visibilidade quase nula, grandes acumulações de neve e temperaturas baixas, com registro de -20 graus Celsius (ºC).

A tempestade afetou gravemente o tráfego aéreo, com mais de 12 mil voos cancelados e a previsão de que eles não voltem a ser reprogramados até segunda-feira em vários aeroportos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247