Terrorismo deixa sete mortos e 30 feridos em Londres

Um grupo de três suspeitos utilizou um furgão para fazer atropelamentos e depois atacou pedestres com uma faca antes de ser executado pelas forças policiais. O ataque gerou 7 mortos e 30 feridos; a Polícia Metropolitana de Londres afirmou que os suspeitos entraram em confronto com as autoridades e foram baleados oito minutos após a primeira chamada telefônica informando dos crimes. O ataque começou na Ponte de Londres e os suspeitos foram executados nas cercanias do Borough Market

Um grupo de três suspeitos utilizou um furgão para fazer atropelamentos e depois atacou pedestres com uma faca antes de ser executado pelas forças policiais. O ataque gerou 7 mortos e 30 feridos; a Polícia Metropolitana de Londres afirmou que os suspeitos entraram em confronto com as autoridades e foram baleados oito minutos após a primeira chamada telefônica informando dos crimes. O ataque começou na Ponte de Londres e os suspeitos foram executados nas cercanias do Borough Market
Um grupo de três suspeitos utilizou um furgão para fazer atropelamentos e depois atacou pedestres com uma faca antes de ser executado pelas forças policiais. O ataque gerou 7 mortos e 30 feridos; a Polícia Metropolitana de Londres afirmou que os suspeitos entraram em confronto com as autoridades e foram baleados oito minutos após a primeira chamada telefônica informando dos crimes. O ataque começou na Ponte de Londres e os suspeitos foram executados nas cercanias do Borough Market (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

Londres voltou a sofrer um ataque terrorista na noite deste sábado (3), as autoridades locais afirmaram. Um grupo de três suspeitos utilizou um furgão para fazer atropelamentos e depois atacou pedestres com uma faca antes de ser executado pelas forças policiais. O ataque gerou 7 mortos e 30 feridos.

A Polícia Metropolitana de Londres afirmou que os suspeitos entraram em confronto com as autoridades e foram baleados oito minutos após a primeira chamada telefônica informando dos crimes. O ataque começou na Ponte de Londres e os suspeitos foram executados nas cercanias do Borough Market.

"Estamos tratando este acontecimento como um incidente terrorista e uma completa investigação já está sendo realizada, liderada pela Unidade de Terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres", afirmou o comissário adjunto Mark Rowley.

Os ataques acontecem poucos dias antes da eleição nacional de 8 de junho e menos de duas semanas depois de um homem-bomba matar 22 pessoas em um show da cantora Ariana Grande, em Manchester, no norte da Inglaterra. Até o momento, não houve reivindicação imediata de responsabilidade.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247