Tiroteio em fábrica deixa ao menos um morto em Aurora, EUA

A polícia norte-americana prendeu um suspeito de ataque a tiros nesta sexta-feira numa unidade industrial em Aurora, Illinois, nos Estados Unidos, disseram autoridades de segurança no Twitter; uma testemunha disse ter visto pessoas sangrando; em seguida, a conta da prefeitura da cidade escreveu no Twitter que um suspeito foi preso

Tiroteio em fábrica deixa ao menos um morto em Aurora, EUA
Tiroteio em fábrica deixa ao menos um morto em Aurora, EUA

(Reuters) - A polícia norte-americana prendeu um suspeito de ataque a tiros nesta sexta-feira numa unidade industrial em Aurora, Illinois, disseram autoridades de segurança no Twitter. Uma testemunha disse ter visto pessoas sangrando.

"Temos um incidente de tiros ativo na Archer Av. 641. Essa é uma cena ativa. Por favor evitem a área", disse o Departamento de Polícia de Aurora em publicação mais cedo no Twitter.

Em seguida, a conta da prefeitura da cidade escreveu no Twitter que um suspeito foi preso.

"O atirador foi preso. A área ainda está isolada. Mais informações serão fornecidas em breve", escreveu o perfil da prefeitura da cidade na rede social.

Vídeos divulgados na mídia local mostram diversos carros de polícia cercando um grande prédio comercial em Aurora, localizada cerca de 64 km ao oeste de Chicago.

A testemunha John Probst disse à CNN que viu o atirador, um colega de trabalho, correndo pela unidade industrial com um revólver equipado com mira à laser. Probst disse à rede que viu pessoas sangrando.

O distrito escolar de West Aurora 129 disse no Twitter que todos os estudantes da região eram mantidos em "isolamento suave" sob orientação do chefe de polícia do condado.

Reportagem de Dan Whitcomb

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247