Tribunal de Tóquio concede liberdade a Ghosn pela segunda vez

O Tribunal Distrital de Tóquio concedeu liberdade sob fiança, pela segunda vez, ao ex-presidente do Conselho de Administração da Nissan Motor, Carlos Ghosn; o ex-executivo havia sido liberado no dia 6 de março, depois de passar 108 dias em detenção, pagando uma fiança no valor de US$ 9 milhões, mas foi preso novamente; o tribunal determinou uma fiança adicional no valor de US$ 4 milhões

Tribunal de Tóquio concede liberdade a Ghosn pela segunda vez
Tribunal de Tóquio concede liberdade a Ghosn pela segunda vez (Foto: Regis Duvignau - Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Agência Brasil*

O Tribunal Distrital de Tóquio concedeu liberdade sob fiança, pela segunda vez, ao ex-presidente do Conselho de Administração da Nissan Motor, Carlos Ghosn, nesta quinta-feira (25).

Ghosn havia sido liberado no dia 6 de março, depois de passar 108 dias em detenção, pagando uma fiança no valor de US$ 9 milhões, mas foi preso novamente no dia 4 de abril.

O tribunal determinou uma fiança adicional no valor de US$ 4 milhões.

Os promotores devem recorrer à decisão da corte de conceder liberdade a Ghosn. Caso o tribunal rejeite o recurso e Ghosn pague a fiança, ele poderá sair do Centro de Detenção de Tóquio ainda hoje.

*Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247