Trudeau nega que exista crise diplomática entre Canadá e China

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, descartou a existência de uma crise diplomática com a China depois da prisão de um terceiro canadense na nação asiática em menos de duas semanas

Trudeau nega que exista crise diplomática entre Canadá e China
Trudeau nega que exista crise diplomática entre Canadá e China

247, com Prensa Latina - Trudeau comentou que seu governo leva muito a sério e cuidadosamente as detenções de qualquer canadense no exterior e, sem dar detalhes, afirmou que a última prisão é diferente das duas primeiras.

A detenção de agora de uma mulher identificada como Sarah McIver, da província de Alberta, foi confirmada na quarta-feira (19) pela chancelaria.

Durante uma coletiva de imprensa, Trudeau considerou o fato como algo 'regular', 'uma circunstância de rotina', diferentemente dos casos anteriores que são acusações criminais relacionadas com a segurança nacional.

'Os outros presos (...) foram acusados de delitos graves, problemas relacionados com a segurança nacional, inteligência, pelo que esses casos são mais graves', disse o premiê canadense.

Desde que surgiu a controvérsia Canadá-China pelo caso Huawei, Ottawa manteve inalterado seu alerta de viagem à China, mas instou seus cidadãos a observar um 'alto grau de precaução'.

Trudeau pontuou que a situação está sendo avaliada e reconheceu no grande país asiático a segunda maior economia do mundo, com a qual o Canadá tem interesse em desenvolver relações comerciais que resultem em benefícios mútuos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247