Trump adia sanções contra Irá e diz ser “ultima chance” para ajustar acordo nuclear

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que adiará sanções nucleares contra o Irã pela última vez para dar a Washington e seus aliados europeus a chance de consertar as “falhas terríveis” do acordo nuclear de 2015

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que adiará sanções nucleares contra o Irã pela última vez para dar a Washington e seus aliados europeus a chance de consertar as “falhas terríveis” do acordo nuclear de 2015
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que adiará sanções nucleares contra o Irã pela última vez para dar a Washington e seus aliados europeus a chance de consertar as “falhas terríveis” do acordo nuclear de 2015 (Foto: Leonardo Lucena)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que adiará sanções nucleares contra o Irã pela última vez para dar a Washington e seus aliados europeus a chance de consertar as “falhas terríveis” do acordo nuclear de 2015.

“Esta é uma última chance”, disse Trump em um comunicado. “Na ausência de tal acordo, os Estados Unidos não renunciarão novamente a sanções para permanecer no acordo nuclear do Irã. E se, em qualquer momento, eu julgar que não se está chegando a um consenso, vou nos retirar do acordo imediatamente.”

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247