Trump anuncia que EUA deixarão de fazer manobras militares com a Coreia do Sul

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (12), em Cingapura, que os EUA deixarão de fazer exercícios militares com a Coreia do Sul

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (12), em Cingapura, que os EUA deixarão de fazer exercícios militares com a Coreia do Sul
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (12), em Cingapura, que os EUA deixarão de fazer exercícios militares com a Coreia do Sul (Foto: Reinaldo)

247, com Prensa Latina - 'Vamos deter as manobras militares (...) a não ser que as futuras negociações não marchem como devem', disse em coletiva de imprensa depois da histórica reunião de cúpula com o líder da República Popular Democrática da Coreia, Kim Jong Un, realizada em Cingapura.

Contudo, afirmou que ainda não é chegada a hora de levar de volta os soldados estadunidenses acantonados em território sul-coreano.

Atualmente, os Estados Unidos mantêm sua Sétima Frota na Ásia e realizam numerosos exercícios militares, entre eles os denominados Foal Eagle, levados a cabo 24 vezes, os Team Spirit 17 vezes, os exercícios combinados de reforço para tempos de guerra em oito oportunidades e os Ulji Focus Lens 33 vezes.

Em novembro do ano passado, as forças navais dos Estados Unidos e da Coreia do Sul realizaram no Mar do Japão manobras militares sem precedentes, nas quais participaram os porta-aviões USS Nimitz, USS Ronald Reagan e o USS Theodore Roosevelt, todos com capacidade nuclear, entre outras unidades.

Pyongyang tem denunciado que as manobras militares entre Washington e Seul são um ensaio geral para invadir o território norte-coreano.

Entre abril e maio passado os Estados Unidos e a Coreia do Sul levaram a cabo um exercício conjunto da força aérea que pôs em cheque os diálogos intercoreanos, que foram cancelados e retomados depois, por decisão de Kim.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247