Trump defende queda do regime iraniano

"Os regimes opressivos não podem durar para sempre, e chegará o dia em que o povo iraniano fará uma escolha", escreveu Trump no Twitter

Presidente dos EUA, Donald Trump 31/10/2017 REUTERS/Kevin Lamarque
Presidente dos EUA, Donald Trump 31/10/2017 REUTERS/Kevin Lamarque (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comentou os protestos no Irã e disse que as pessoas do país querem mudanças e que "os regimes opressivos não podem durar para sempre", informou AFP.

Trump publicou no Twitter dois clipes do seu discurso na Assembleia Geral da ONU, em setembro, nos quais ele apontou o regime iraniano como principal adversário de Washington no Oriente Médio.

"Os regimes opressivos não podem durar para sempre, e chegará o dia em que o povo iraniano fará uma escolha", escreveu Trump.

Várias centenas de manifestantes anti-governo entraram em confronto com policiais na Universidade de Teerã em um terceiro dia de protestos consecutivos.

Em resposta, uma outra manifestação foi organizada na entrada da universidade, em apoio ao regime atual.

Os vídeos compartilhados por usuários de redes sociais fora do Irã, mas que não podem ser verificados de forma independente, alegam que milhares marcham pacificamente contra o regime em várias cidades, incluindo Khorramabad, Zanjan e Ahvaz, com cânticos de "Morte ao ditador".

"O mundo inteiro entende que o bom povo do Irã quer mudança e, além do vasto poder militar dos Estados Unidos, o povo do Irã é o que os seus líderes mais temem", disse Trump, citando novamente o seu discurso na ONU.

O porta-voz do ministério do Exército do Irã, Bahran Ghasemi, classificou as declarações de Trump de "oportunistas".

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247