Trump diz que conversas com Putin nem sempre foram conciliadoras

Preocupado em desfazer a imagem de que é um aliado de Putin, o que lhe causa dores de cabeça no seu país, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em entrevista divulgada nesta sexta-feira (20) que suas conversas com o líder russo nem sempre foram conciliadoras

Trump diz que conversas com Putin nem sempre foram conciliadoras
Trump diz que conversas com Putin nem sempre foram conciliadoras

247, com Reuters - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu seus esforços para impulsionar um relacionamento com o líder da Rússia, Vladimir Putin, em uma entrevista exibida nesta sexta-feira (20), dizendo que os dois se deram bem, mas que suas conversas "nem sempre foram conciliadoras".

Na quinta-feira, o presidente republicano convidou Putin a ir à Washington para uma segunda reunião, desafiando uma avalanche de críticas surgidas em seu país na sequência da primeira cúpula oficial entre os dois líderes, realizada na segunda-feira em Helsinque.

O que aconteceu na reunião a dois entre Trump e Putin, só acompanhada por intérpretes, ninguém sabe, nem mesmo autoridades de primeiro escalão e parlamentares dos EUA, que disseram não ter sido informados.

Trump disse que ele e Putin, que agências de inteligência dos EUA alegaram ter ordenado uma interferência na eleição presidencial norte-americana de 2016, têm um relacionamento amistoso.

"Olhe, o fato é que nos demos bem", disse ele à rede CNBC, em uma entrevista gravada na quinta-feira. Mas ele insinuou que os dois não concordaram em tudo.

 

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247