Trump diz que irá pedir ‘grande investigação’ sobre fraude eleitoral

"Irei pedir uma grande investigação sobre FRAUDE ELEITORAL, incluindo dos (eleitores) registrados para votar em dois Estados, e aqueles que são ilegais... e, mesmo aqueles registrados para votar que estão mortos (e muitos há muito tempo). Dependendo do resultado, iremos fortalecer os procedimentos eleitorais", publicou o presidente dos EUA no Twitter

U.S. President Donald Trump speaks during the Inaugural Law Enforcement Officers and First Responders Reception in the Blue Room of the White House in Washington, U.S., January 22, 2017. REUTERS/Joshua Roberts
U.S. President Donald Trump speaks during the Inaugural Law Enforcement Officers and First Responders Reception in the Blue Room of the White House in Washington, U.S., January 22, 2017. REUTERS/Joshua Roberts (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta-feira que irá solicitar uma "grande investigação" sobre fraude eleitoral, que irá focar em dois Estados e supostos eleitores ilegais, apesar de diversos estudos indicando que fraude eleitoral é algo raro nos EUA.

"Irei pedir uma grande investigação sobre FRAUDE ELEITORAL, incluindo dos (eleitores) registrados para votar em dois Estados, e aqueles que são ilegais... e, mesmo aqueles registrados para votar que estão mortos (e muitos há muito tempo). Dependendo do resultado, iremos fortalecer os procedimentos eleitorais", disse Trump em publicação no Twitter.

(Reportagem de Susan Heavey e Doina Chiacu)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email