Trump diz que pode atacar Irã sem aval do Congresso

Em resposta a críticas da presidente da Câmara Nancy Pelosi, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (24) que não precisa de autorização prévia do Congresso americano para atacar o Irã

(Foto: Reuters)

EFE- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (24) que não precisa de autorização prévia do Congresso americano para atacar o Irã.  

"Gosto de manter (o Congresso) em dia, mas legalmente não tenho por que fazê-lo", disse Trump em entrevista concedida ao site "The Hill"."Fomos mantendo o Congresso em dia do que estamos fazendo. Acho que eles são gratos por isso", completou.  

A declaração foi uma resposta à presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, que na semana passada disse que o presidente não podia atacar ao Irã sem autorização.  "Não estou de acordo. Muita gente também parece não concordar", disse Trump ao ser questionado sobre a afirmação da democrata.  

A disputa entre os poderes ocorre depois de Trump ter reconhecido que autorizou um ataque ao Irã na última quinta-feira, mas que o suspendeu porque 150 pessoas seriam mortas, um número de vítimas avaliado por ele como "desproporcional".  

O ataque seria uma retaliação à derrubada de um drone americano por parte do Irã. A Casa Branca alega que a aeronave estava em águas internacionais. O governo iraniano nega e diz que o drone invadiu o espaço aéreo do país.  

Pelosi disse que não foi informada sobre o ataque suspenso por Trump em cima da hora.  Depois da afirmação do presidente americano, o Irã também afirmou que avaliou abater um avião militar dos EUA, com 35 pessoas a bordo, mas decidiu não fazê-lo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247