Trump faz pressão para que vice não proclame vitória de Biden no Congresso

Presidente dos EUA, Donald Trump, pressionou durante um comício na Geórgia para que o vice, Mike Pence, não ratifique o resultado do Colégio Eleitoral, que deu a a vitória a Joe Biden na eleição presidencial, durante uma sessão no Congresso, marcada para quarta-feira. A plenária será presidida por Pence

Mike Pence e Trump
Mike Pence e Trump (Foto: REUTERS/Joshua Roberts)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pressionou para que o vice, Mike Pence, não ratifique o resultado do Colégio Eleitoral durante uma sessão no Congresso, marcada para a próxima quarta-feira. “Tenho que dizer a vocês, espero que nosso grande vice-presidente, nosso grande vice-presidente, faça algo para nós. Ele é um cara ótimo. Porque se ele não fizer, eu não gostarei dele tanto”, disse Trump durante um comício na Geórgia. A plenária será presidida por Pence e deverá reconhecer a vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial realizada no ano passado. 

De acordo com o jornal O Globo, Pence já sinalizou que poderá abandonar a estratégia de contestação do resultado adotada por Trump. A sinalização teria ocorrido após um juiz federal rejeitar uma ação que pedia que Pence, que pela legislação preside o Senado, poderia decidir pela validade ou não dos votos do Colégio Eleitoral. 

Pressão aconteceu um dia após surgirem gravações de um telefonema feito por Trump para autoridades da Geórgia em que ele pressiona o secretário de Estado, Brad Raffensperger, para alterar o resultado da eleição presidencial. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email