Trump faz proposta indecente a Cuba: nova abertura para retirar apoio a Maduro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs nesta quarta-feira (1º/5) uma abertura a Cuba se a ilha retirar seu apoio ao líder venezuelano, Nicolás Maduro, ou, caso contrário, reiterou suas ameaças de um maior bloqueio econômico e mais sanções

Trump faz proposta indecente a Cuba: nova abertura para retirar apoio a Maduro
Trump faz proposta indecente a Cuba: nova abertura para retirar apoio a Maduro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

EFE - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs nesta quarta-feira (1º/5) uma abertura a Cuba se a ilha retirar seu apoio ao líder venezuelano, Nicolás Maduro, ou, caso contrário, reiterou suas ameaças de um maior bloqueio econômico e mais sanções.

"Com o movimento certo, Cuba poderia se sair muito bem, poderíamos fazer uma abertura", afirmou Trump em entrevista à emissora "Fox Business", onde também advertiu que os EUA endurecerão sua posição contra Cuba "se não deixarem a Venezuela".

Trump assegurou que um "embargo muito duro" aguarda Cuba se continuar apoiando Maduro e disse que sua aplicação "dependerá do que acontecer".

O presidente reiterou desta forma sua ameaça de intensificar o bloqueio a Cuba e impor sanções "do mais alto nível".

O governo dos EUA acredita que na Venezuela existem cerca de 25 mil cubanos que supostamente atuam dentro da inteligência e da estrutura militar do país ssul-americano, algo que Cuba negou ao acusar Washington de "mentir descaradamente".

Segundo os Estados Unidos, se Maduro ainda está no poder, é graças, em parte, a esse apoio de Havana.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247