Trump liga para presidente da Ucrânia e pede lawfare contra adversário político

Em mais uma demonstração de como funciona o sistema político global, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ligou para o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, e pediu uma ação judicial contra o filho do democrata Joe Biden, que faz negócios na Ucrânia – país que foi alvo de uma guerra híbrida, assim como o Brasil, e teve seu governo legítimo derrubado para a instalação de um governo fantoche dos Estados Unidos

(Foto: JOHN VIZCAINO)

247 – Antes do golpe de 2016 no Brasil, a guerra híbrida desenvolvida pelos Estados Unidos foi testada na Ucrânia, onde uma série de protestos em 2014 ajudaram a derrubar um governo legítimo e a instalar um regime fantoche dos Estados Unidos. Um dos principais articuladores deste golpe na Ucrânia, que ficou conhecido como Revolução Laranja, foi o então vice-presidente americano Joe Biden, que passou a ter influência direta no país. Agora, no entanto, Biden, que é um dos pré-candidatos democratas à Casa Branca, pode vir a ser alvo do monstro que criou. Segundo reportagem do The Wall Street Journal, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propõe a seu colega ucraniano um processo de lawfare contra Biden.

"Em um telefonema em julho, o presidente Donald Trump pressionou cerca de oito vezes o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, para que investigasse o filho do pré-candidato presidencial democrata Joe Biden. Trump pediu a Zelenski que trabalhasse numa investigação com Rudolph Giuliani, seu advogado pessoal, segundo pessoas familiarizadas com o assunto. Giuliani se reuniu em junho e agosto com as principais autoridades ucranianas sobre a perspectiva de uma investigação, disse ele em entrevista", aponta a reportagem

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247