Trump quer barrar voos de linhas aéreas chinesas

Se confirmado, o anúncio ocorre após o governo chinês impedir o retorno ao trabalho das linhas aéreas norte-americanas no país

Presidente dos EUA, Donald Trump 29/05/2020
Presidente dos EUA, Donald Trump 29/05/2020 (Foto: REUTERS/Jonathan Ernst)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo dos Estados Unidos, comandado por Donald Trump, pretende impedir que linhas aéreas chinesas entrem no país. Se confirmado, o anúncio ocorre após o governo chinês impedir o retorno ao trabalho das linhas aéreas norte-americanas no país. Empresas como United Airlines e Delta Air Lines pediram a retomada de voos para a China este mês, porém não foram liberadas. A informação é da Reuters. 

Transportadoras chinesas realizaram voos para os Estados Unidos durante a pandemia do coronavírus. 

As restrições, se confirmadas, devem entrar em vigor no meio de junho.

De acordo com a plataforma Worldometers, que disponibiliza os dados sobre a Covid-19 em nível global, os Estados Unidos lideram o ranking mundial de confirmações (1,8 milhão). A China, onde começou o surto, agora está em 17° lugar, com 83 mil casos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email