Trump reconhece governo golpista da Bolívia

Depois de apoiar o goipe de Estado que derrubou o presidente boliviano Evo Morales e de considerar "ridículo" falar de golpe na Bolívia, o governo estadunidense decidiu reconhecer a senadora Jeanine Áñez como presidenta interina

(Foto: REUTERS/Carlos Barria)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo dos Estados Unidos reconheceu nesta quarta-feira (13) o governo golpista da Bolívia. A senadora de direita Jeanine Áñez autoproclamou-se presidente interina na terça-feira, numa sessão esvaziada do Senado em que não houve quórum nem votação. 

"A presidente interina do Senado, Áñez, assumiu as responsabilidades de presidente interino da Bolívia", disse no Twitter o Subsecretário de Estado para a América Latina, Michael Kozak. "Esperamos ansiosamente trabalhar com ela e outras autoridades civis no país enquanto organizamos eleições livres e justas o mais rápido possível, de acordo com a Constituição", acrescentou - informa O Estado de S.Paulo

Na mesma linha, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou que considerou que, com a derrubada de Morales, "a democracia é preservada" na Bolívia e disse que está enviando uma mensagem aos líderes da Venezuela, Nicolás Maduro, e Nicarágua, Daniel Ortega. "Esses eventos enviam um forte sinal aos regimes ilegítimos da Venezuela e da Nicarágua de que a democracia e a vontade do povo sempre prevalecerão", disse Trump em comunicado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247