Tsipras a Obama: Grécia não suporta mais austeridade

Grécia não tem condições de suportar mais austeridade após sete anos de recessão e requer alívio da dívida "substancial", disse nesta terça-feira, 15, o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, após se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; Atenas espera que Obama ajude a persuadir seus credores internacionais para reestruturar sua dívida, a maior da zona do euro

Grécia não tem condições de suportar mais austeridade após sete anos de recessão e requer alívio da dívida "substancial", disse nesta terça-feira, 15, o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, após se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; Atenas espera que Obama ajude a persuadir seus credores internacionais para reestruturar sua dívida, a maior da zona do euro
Grécia não tem condições de suportar mais austeridade após sete anos de recessão e requer alívio da dívida "substancial", disse nesta terça-feira, 15, o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, após se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; Atenas espera que Obama ajude a persuadir seus credores internacionais para reestruturar sua dívida, a maior da zona do euro (Foto: Aquiles Lins)

ATENAS (Reuters) - A Grécia não tem condições de suportar mais austeridade após sete anos de recessão e requer alívio da dívida "substancial", disse nesta terça-feira o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, após se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

A visita de Obama à Grécia, que acontece nos dias 15 e 16 de novembro, é sua última viagem internacional como presidente. Atenas espera que Obama ajude a persuadir seus credores internacionais para reestruturar sua dívida, a maior da zona do euro.

(Por Michele Kambas)

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247