Ucrânia quer falar com Rússia, mas Europa é prioridade

Presidente em exercício da Ucrânia, Oleksander Turchinov, disse neste domingo (23) que o país está pronto para conversar com a liderança da Rússia para tentar melhorar as relações, mas deixou claro que a volta de Kiev à integração europeia é a prioridade; ; ele também afirmou que um dos desafios do próximo governo é estabilizar a economia, que ele disse correr risco de descumprir suas obrigações

Newly-elected speaker of parliament Oleksander Turchinov attends a session in Kiev February 23, 2014. REUTERS/Alex Kuzmin
Newly-elected speaker of parliament Oleksander Turchinov attends a session in Kiev February 23, 2014. REUTERS/Alex Kuzmin (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

KIEV, 23 Fev (Reuters) - O presidente em exercício da Ucrânia, Oleksander Turchinov, disse neste domingo que o país está pronto para conversar com a liderança da Rússia para tentar melhorar as relações, mas deixou claro que a volta de Kiev à integração europeia é a prioridade.

Em discurso à nação, Turchinov disse que a nova liderança ucraniana, após a deposição de Viktor Yanukovich, está pronta para um diálogo com a Rússia para colocar as relações em "um patamar novo, igual e de boa vizinhança, que reconheça e leve em consideração a escolha europeia da Ucrânia".

"Outra prioridade", disse ele, "é retornar ao caminho da integração europeia".

Ele também afirmou que um dos desafios do próximo governo é estabilizar a economia, que ele disse correr risco de descumprir suas obrigações.

(Reportagem de Natalia Zinets)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email