UE exige que Reino Unido deixe o bloco o mais breve possível

"Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", disse o chanceler francês Jean-Marc Ayrault antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo

"Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", disse o chanceler francês Jean-Marc Ayrault antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo
"Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", disse o chanceler francês Jean-Marc Ayrault antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo (Foto: Roberta Namour)

Da Agência Sputnik Brasil

O Reino Unido deve lançar o processo de saída da União Europeia (UE) o mais breve possível depois do referendo sobre o Brexit, declarou hoje (24) o chanceler francês Jean-Marc Ayrault. No referendo, realizado nessa quinta-feira (24), o Reino Unido decidiu deixar a UE após 43 anos de participação, com 52% dos votos.

"Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", disse Ayrault aos jornalistas antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247