Unicef aponta efeitos devastadores da pandemia em crianças

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) ​​afirmou que no último ano a desnutrição e a pobreza aumentaram e a educação de milhões foi interrompida

www.brasil247.com -
(Foto: Unicef)


247 - Pelo menos uma em cada sete crianças teve sua saúde mental afetada pelo confinamento, com sintomas como ansiedade, depressão e isolamento, informa o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

A pandemia de covid, causou efeitos devastadores em milhões de menores em todo o mundo, disse o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Em relatório publicado nesta quinta-feira (18), o órgão da ONU afirmou que no último ano a desnutrição e a pobreza aumentaram, a educação de milhões foi interrompida e o acesso à proteção e aos serviços de saúde piorou, informa a Telesul.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O estudo do Unicef detalhou que os mais afetados foram refugiados e requerentes de asilo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais de 168 milhões de alunos em todo o mundo foram afetados pelo fechamento de escolas, a maioria dos quais na América Latina e no Caribe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Houve também um aumento nos casos de abuso sexual infantil e casamentos infantis, sendo as meninas as mais afetadas, acrescentou o relatório.

A pandemia interrompeu as campanhas de vacinação contra o sarampo em 26 países.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pelo menos uma em cada sete crianças teve sua saúde mental afetada devido ao confinamento, com sintomas como ansiedade, depressão e isolamento.

Além disso, cerca de sete milhões de crianças menores de cinco anos sofreram de desnutrição aguda e perda de peso patológica, um aumento de 14%, principalmente na África Subsaariana e no Sul da Ásia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email