Uruguai critica ‘erosão dos direitos trabalhistas’ no Brasil de Temer

A reforma trabalhista sancionada por Michel Temer, que reduziu direitos dos trabalhadores e tornou mais precárias as relações entre patrões e empregados, é vista com preocupação pelo governo do presidente Tabaré Vásquez; em um pedido de consulta ao Mercosul, o governo do Uruguai quer saber os reflexos das mudanças no Brasil; “Salários não podem ser uma variável de ajuste competitivo”, disse o ministro de Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Novoa

A reforma trabalhista sancionada por Michel Temer, que reduziu direitos dos trabalhadores e tornou mais precárias as relações entre patrões e empregados, é vista com preocupação pelo governo do presidente Tabaré Vásquez; em um pedido de consulta ao Mercosul, o governo do Uruguai quer saber os reflexos das mudanças no Brasil; “Salários não podem ser uma variável de ajuste competitivo”, disse o ministro de Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Novoa
A reforma trabalhista sancionada por Michel Temer, que reduziu direitos dos trabalhadores e tornou mais precárias as relações entre patrões e empregados, é vista com preocupação pelo governo do presidente Tabaré Vásquez; em um pedido de consulta ao Mercosul, o governo do Uruguai quer saber os reflexos das mudanças no Brasil; “Salários não podem ser uma variável de ajuste competitivo”, disse o ministro de Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Novoa (Foto: Charles Nisz)

247 - O Uruguai apresentou pedido de consulta ao Mercosul durante o fim de semana. A informação partiu do ministro de Relações Exteriores do país, Rodolfo Novoa, em comunicado no site da presidência uruguaia.

Segundo o comunicado do país vizinho, existe a preocupação com uma concorrência baseada na erosão dos direitos trabalhistas. “Salários não podem ser uma variável de ajuste competitivo”, disse o chanceler Novoa.

O pedido de consulta feito pelo Uruguai se baseia em protocolo trabalhista assinado em 2015 pelos quatro países fundadores do Mercosul. Além de Brasil e Uruguai, o bloco é composto por Argentina e Paraguai.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247