Venezuela cria na ONU grupo de países para combater a ingerência externa

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, anunciou nesta quinta-feira (14) uma iniciativa diplomática de um grupo de países da Organização das Nações Unidas (ONU) para defender os direitos dos povos a coexistir sob os princípios do direito internacional público, a viver em paz, sem ingerência nem intromissões externas

Venezuela cria na ONU grupo de países para combater a ingerência externa
Venezuela cria na ONU grupo de países para combater a ingerência externa

247, com AVN - O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, anunciou nesta quinta-feira (14) uma iniciativa diplomática de um grupo de países da Organização das Nações Unidas (ONU) para defender os direitos dos povos a coexistir sob os princípios do direito internacional público, a viver em paz, sem ingerência nem intromissões externas.

"Este grupo de países de maneira conjunta vai organizar uma estratégia não só para a defesa neste momento da Venezuela e seu povo, mas também para outras conjunturas, defender os princípios do Direito Internacional Público, dos direitos de nossos povos a viver em paz, sem ingerências, sem intromissões, sem ameaça de uso da força, e faremos de maneira coletiva", declarou o chanceler Arreaza na sede da ONU em Nova York.

Arreaza indicou que a partir do Conselho de Segurança, da Assembleia Geral, da Secretaria Geral e de todas as instâncias, "vamos ter ações conjuntas e coordenadas para defender os direitos dos povos e o Direito Internacional".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247