Venezuela inicia manobras militares

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, participou neste domingo (10) do ato de lançamento dos exercícios militares "Bicentenário de Angostura", com o objetivo proclamado de "garantir o direito do país à paz e à tranquilidade"; o ato foi realizado no Forte Militar Guaicaipuro em Charallave, no estado de Miranda, onde Maduro supervisionou demonstrações de tiro, o sistema de defesa aérea e o treinamento da Milícia Bolivariana, um contingente popular-militar que representa a união das forças armadas com a população

Venezuela inicia manobras militares
Venezuela inicia manobras militares

247, com AVN - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, participou neste domingo (10) do ato de lançamento dos exercícios militares "Bicentenário de Angostura", com o objetivo proclamado de "garantir o direito do país à paz e à tranquilidade".

O ato foi realizado no Forte Militar Guaicaipuro em Charallave, no estado de Miranda, onde Maduro supervisionou demonstrações de tiro, o sistema de defesa aérea e o treinamento da Milícia Bolivariana, um contingente popular-militar que representa a união das forças armadas com a população.

"Aqui estão os soldados de Bolívar que iria fazer o império norte-americano pagar caro por qualquer audácia de tocar o solo sagrado da pátria venezuelana", disse Maduro ao rechaçar as declarações intervencionistas que ameaçam a nação desde Washington.

Durante a visita à base militar, o chefe de Estado ordenou que se fizessem os investimentos necessários para fortalecer o Comando de Defesa Aeroespacial Integral, "para que a Venezuela tenha em plena capacidade todo o seu sistema de defesa antiaérea e antimísseis".

"Aqui há forças armadas e um povo para defender a honra, a dignidade e o decoro de um país com mais de 200 anos lutando por seu futuro", disse ele.

Maduro disse que estas manobras recordam o bicentenário do Congresso de Angostura, quando Simon Bolívar pronunciou um discurso em que estabeleceu a doutrina da independência da futura República.

O presidente também parabenizou os soldados da Forças Armada Nacional Bolivariana (FANB) por sua dedicação à defesa do território nacional.

"A Venezuela tem o direito à paz e à tranquilidade, ninguém deve tentar violar sua soberania, porque encontrará uma força armada totalmente preparada para defender a honra, a dignidade e o decoro da pátria", disse ele.

Os exercícios, a serem realizados até 15 de fevereiro, visam expor as capacidades operacionais e técnicas das forças armadas venezuelanas, juntamente com o poder popular organizado.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247