Venezuela recebe toneladas de medicamentos enviados por países amigos

O ministro da Saúde venezuelano, Carlos Humberto Alvarado González, comunicou que a ajuda humanitária composta por medicamentos provenientes de países aliados chegou à Venezuela; "Apesar do bloqueio, o governo bolivariano através dos acordos com Cuba, China, Rússia, Palestina, Turquia, e a cooperação com as organizações multilaterais da ONU, tais como Organização Pan-Americana da Saúde, Fundo das Nações Unidas para a Infância, Fundo de População das Nações Unidas, entre outros, está dando resposta às necessidades de saúde da população", escreveu Alvarado em sua conta no Twitter

Venezuela recebe toneladas de medicamentos enviados por países amigos
Venezuela recebe toneladas de medicamentos enviados por países amigos

247, com Sputnik - O ministro da Saúde venezuelano, Carlos Humberto Alvarado González, comunicou que a ajuda humanitária composta por medicamentos provenientes de países aliados chegou à Venezuela.

"Apesar do bloqueio, o governo bolivariano através dos acordos com Cuba, China, Rússia, Palestina, Turquia, e a cooperação com as organizações multilaterais da ONU, tais como Organização Pan-Americana da Saúde, Fundo das Nações Unidas para a Infância, Fundo de População das Nações Unidas, entre outros, está dando resposta às necessidades de saúde da população", escreveu Alvarado em sua conta no Twitter.

Segundo detalhou o canal Telesur, só nesta quarta-feira (13), foram entregues no porto de La Guaira 64 contêineres com 933 toneladas dos medicamentos e de equipamentos.

Ao todo, de acordo com Alvarado, desde o início do ano chegaram ao país 99 contêineres com medicamentos e equipamento no valor de 28 milhões de euros (117 milhões de reais), enquanto em 2018, a Venezuela recebeu 918 contêineres com a ajuda humanitária avaliada em 254 milhões de euros (1.06 milhão de reais).

A oposição da Venezuela insiste na abertura imediata dos canais para a entrega da ajuda humanitária proveniente dos EUA, que está sendo concentrada na fronteira entre a Venezuela e Colômbia, na área da ponte de Las Tienditas.

As autoridades venezuelanas dispensaram a ajuda humanitária dos EUA, qualificando-a como "um show na fronteira".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247