Venezuela vai acompanhar navios iranianos em seu espaço aéreo e marítimo

As Forças Armadas venezuelanas deixaram claro que não vão admitir interceptação de navios que levam combustível

Ao centro, Padrino López, ministro venezuelano da Defesa
Ao centro, Padrino López, ministro venezuelano da Defesa (Foto: AVN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, se pronunciou nesta quarta-feira (20), sobre os navios iranianos carregados com gasolina com destino à Venezuela que os EUA ameaçaram parar.

"Somos um país soberano e temos relações com todos os países do mundo com respeito e reconhecimento mútuo", disse Padrino, observando que a ajuda do Irã será recebida como sinal de solidariedade, como foi feito com outros países aliados. 

Navios, barcos e aviões das Forças Armadas Nacional Bolivariana escoltarão os cinco navios iranianos que estão indo para a Venezuela, explicou o ministro, que revelou que já foi estabelecido contato com o ministro da Defesa iraniano para a recepção armada adequada assim que os navios entrarem na zona econômica exclusiva venezuelana.

Informações de agências de notícias venezuelanas

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247