Vice de Trump diz que Biden traz insegurança aos Estados Unidos e é agente da ‘esquerda radical’

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, recorreu ao discurso de defesa da lei e da ordem para justificar a reeleição de Donald Trump. Segundo ele, Joe Biden é uma ameaça à segurança dos americanos e um agente da esquerda radical. As declarações foram feitas durante a convenção republicana, em meio a uma convulsão social nos Estados Unidos

Mike Pence, vice-presidente dos EUA
Mike Pence, vice-presidente dos EUA (Foto: REUTERS/Brendan McDermid)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, indicado pela convenção republicana para continuar no posto ao lado de Donald Trump , disse que se reeleito o presidente dos EUA não vai tirar recursos das polícias, "nem agora e nem nunca", e acusou os democratas de serem uma ameaça à segurança do país. 

As afirmações foram feitas em um momento de convulsão social e uso de violenta repressão pelo governo contra manifestantes. 

Durante as últimas três noites, republicanos acusaram Biden de apoiar a plataforma de manifestantes antirracismo que pedem para diminuir a verba das polícias. Biden, no entanto, já se manifestou publicamente contra a ideia, informa O Estado de S.Paulo.

Uma nova onda de protestos contra o racismo eclodiu nesta semana, depois de Jacob Blake, um homem negro de 29 anos, ser baleado com sete tiros à queima-roupa, pelas costas, disparados por um policial branco em Kenosha, no Wisconsin. Blake está internado e paralisado da cintura para baixo.

Ao discursar na convenção republicana na noite desta quarta-feira (26), Pence deu continuidade ao discurso radical de direita que marcou o mandato de Trump e d[a o tom da sua campanha a reeleição.  "Joe Biden não seria nada mais que um cavalo de troia para a esquerda radical", afirmou o vice-presidente, que disse que o candidato democrata pode "colocar os EUA no caminho do socialismo e declínio".

O presidente Trump faz nesta quinta-feira à noite o discurso de "aceitação" da candidatura, quando apresentará as diretrizes fundamentais da sua campanha à reeleição.  

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247