Washington prepara medidas duras que podem afetar setor petrolífero venezuelano

Os EUA estão considerando a introdução de sanções econômicas contra Venezuela: essas medidas vão parar os pagamentos em dólares pelo petróleo, informa a agência Reuters citando um alto funcionário da Casa Branca e um conselheiro informado sobre o assunto

Os EUA estão considerando a introdução de sanções econômicas contra Venezuela: essas medidas vão parar os pagamentos em dólares pelo petróleo, informa a agência Reuters citando um alto funcionário da Casa Branca e um conselheiro informado sobre o assunto
Os EUA estão considerando a introdução de sanções econômicas contra Venezuela: essas medidas vão parar os pagamentos em dólares pelo petróleo, informa a agência Reuters citando um alto funcionário da Casa Branca e um conselheiro informado sobre o assunto (Foto: Gisele Federicce)

Da Sputnik Brasil - Os EUA estão considerando a introdução de sanções econômicas contra Venezuela: essas medidas vão parar os pagamentos em dólares pelo petróleo, informa a agência Reuters citando um alto funcionário da Casa Branca e um conselheiro informado sobre o assunto.

Estas medidas levarão a restrições sérias das exportações desse país membro da OPEP e o colocarão em uma situação difícil, destaca a Reuters. As sanções que proíbem pagamentos em moeda norte-americana são uma das medidas mais duras que podem ser introduzidas contra a estatal venezuelana PDVSA, afirmam fontes da agência.

A Casa Branca recusou comentar o assunto e a PDVSA e o Ministério do Petróleo da Venezuela não responderam ao pedido da Reuters. As restrições em questão são parecidas às que foram tomadas em relação ao Irã e levaram à redução para metade das exportações do petróleo iraniano.

Como sublinham as fontes, tais sanções permitirão que os EUA reforcem a pressão sobre as autoridades da Venezuela ameaçando com sanções quaisquer empresas norte-americanas que colaborem com a PDVSA ou os bancos responsáveis pelas transações.

Ao mesmo tempo, está sendo considerada a proibição da importação de petróleo venezuelano para os EUA, mas a decisão final ainda não foi tomada. As medidas ligadas à moeda podem ser mais eficazes, pois elas criarão dificuldades para a transformação e comércio, mas não para os consumidores dos EUA. A PDVSA é fornecedora de petróleo para empresas como Valero Energy, Phillips 66, Chevron Corp e PBF Energy.

Destaca-se que a PDVSA pode passar a realizar suas transações através de bancos europeus, mas ninguém pode garantir que a Europa não se junte às restrições.

Contudo, funcionários do setor petrolífero podem estar contra essas medidas devido à sua influência sobre o setor de refinação norte-americano, especialmente na costa do golfo do México.

As fontes da Reuters acrescentaram que também está sendo discutida a possibilidade de ampliar a lista de sanções contra personalidades oficiais venezuelanas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247