Xi Jinping diz que China enfrenta 'riscos concentrados'

A China está entrando em um período em que enfrenta “riscos concentrados” —econômica, política e diplomaticamente—, e o país deve ser capaz de lutar e vencer aqueles que desafiam os seus resultados, disse o presidente Xi Jinping nesta terça-feira (3)

Xi Jinping 
Xi Jinping  (Foto: Gong Bing)

Reuters - A China está entrando em um período em que enfrenta “riscos concentrados” —econômica, política e diplomaticamente—, e o país deve ser capaz de lutar e vencer aqueles que desafiam os seus resultados, disse o presidente Xi Jinping nesta terça-feira (3).

Xi está se preparando para comemorar o importante aniversário de 70 anos da fundação da China comunista, em 1° de outubro, com uma enorme parada militar em Pequim, e não vai querer que nada tenha a chance de ofuscar as festividades.

Mas Xi e seu Partido Comunista, que valoriza a estabilidade acima de tudo, estão enfrentando uma série de dificuldades e contratempos —de uma economia em desaceleração em meio a uma guerra comercial contundente com os Estados Unidos a protestos violentos em Hong Kong.

Falando na Escola Central do Partido, que treina autoridades em ascensão destinadas a cargos mais altos, Xi disse que deve haver uma “luta resoluta” contra quaisquer riscos e desafios à liderança do partido e à soberania do país e contra qualquer coisa que ameace os principais interesses da China.

“Enquanto isso acontecer, devemos conduzir uma luta resoluta e alcançar a vitória”, afirmou Xi, segundo a mídia estatal.

“Atualmente e no futuro, o desenvolvimento da China entrou em um período em que riscos e desafios continuam a aumentar ou estão se concentrando. As principais lutas a serem enfrentadas não serão menores”, acrescentou.

Xi disse que esses desafios envolvem economia, política, cultura, sociedade, meio ambiente, defesa, Hong Kong, Taiwan e diplomacia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247