À Al Jazeera, FHC desmoraliza golpe e diz que PMDB espalhou caso Mirian

Convidado do Up Front, atração da Al Jazeera, comandada pelo jornalista Mehdi Hasan, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso desmoraliza os argumentos que levaram à instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e diz que "alguém do PMDB espalhou nas redes sociais" o caso da jornalista Miriam Dutra, sua ex-amante e mãe de um rapaz que alega ser filho do tucano; FHC diz que o "impeachment de Dilma é vontade do povo"; o jornalista questiona então se ele apoia o impeachment de Temer, por ele ter alta reprovação popular; o ex-presidente tucano surpreende e diz que não tem conhecimento das pesquisas; assista íntegra

Convidado do Up Front, atração da Al Jazeera, comandada pelo jornalista Mehdi Hasan, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso desmoraliza os argumentos que levaram à instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e diz que "alguém do PMDB espalhou nas redes sociais" o caso da jornalista Miriam Dutra, sua ex-amante e mãe de um rapaz que alega ser filho do tucano; FHC diz que o "impeachment de Dilma é vontade do povo"; o jornalista questiona então se ele apoia o impeachment de Temer, por ele ter alta reprovação popular; o ex-presidente tucano surpreende e diz que não tem conhecimento das pesquisas; assista íntegra
Convidado do Up Front, atração da Al Jazeera, comandada pelo jornalista Mehdi Hasan, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso desmoraliza os argumentos que levaram à instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e diz que "alguém do PMDB espalhou nas redes sociais" o caso da jornalista Miriam Dutra, sua ex-amante e mãe de um rapaz que alega ser filho do tucano; FHC diz que o "impeachment de Dilma é vontade do povo"; o jornalista questiona então se ele apoia o impeachment de Temer, por ele ter alta reprovação popular; o ex-presidente tucano surpreende e diz que não tem conhecimento das pesquisas; assista íntegra (Foto: Romulo Faro)

247 - Convidado do Up Front, atração da Al Jazeera, comandada por Mehdi Hasan, premiado jornalista britânico, radialista, escritor e comentarista político, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso desmoraliza os argumentos que levaram à instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e diz que "alguém do PMDB espalhou nas redes sociais" o caso da jornalista Miriam Dutra, sua ex-amante e mãe de um rapaz que alega ser filho do tucano.

Abaixo trecho da entrevista traduzido pelo jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo.

Fernando Henrique tenta explicar que Dilma "cometeu erros contra a Constituição", que não é "um crime no senso penal", mas de "falta de responsabilidade com a "Constituição".

FHC - Ela manipulou o orçamento fiscal.

Hasan - Mas você também.

FHC engasga. Hasan retoma e lembra que o "impeachment está repleto de hipocrisia". Cita as denúncias contra Michel Temer, Eduardo Cunha, Renan Calheiros. "Alguma dessas pessoas tem alguma credibilidade para impedir Dilma?"

FHC - Eles têm outra razão, diferente da minha, para apoiar o impeachment.

Hasan Você não vê ironia no fato de eles lideraram o impeachment?

FHC - O povo que liderou.

Hasan - Você apoia o impeachment de Temer pelas mesmas razões? 68% querem Temer impedido, segundo uma pesquisa. Se você ouve o povo, tem de apoiar.

FHC - Isso é uma informação errada. Não é de meu conhecimento.

Hasan - Sim, é do Datafolha, responde Hasan. Você apoia o impeachment de Temer?

'Ao final do embromation de Fernando Henrique', diz o DCM, 'Hasan tocou no assunto proibido'.

Hasan- Houve algumas denúncias sérias de corrupção contra o senhor. Em fevereiro deste ano, o ministro da Justiça pediu abertura de inquérito sobre um pagamento mensal da Brasif para uma mulher que era sua amante.

FHC - Em primeiro lugar, ela negou. Depois, a empresa negou.

Hasan - Por que estão investigando o caso, então?

FHC faz uma revelação bombástica.

FHC - Sabe por quê? Porque pessoas muito próximas do PMDB colocaram isso na rede social. Eu gosto do ministro da Justiça de Dilma. Ele foi obrigado a abrir essa discussão. É uma tentativa de desmoralizar uma pessoa que tem uma vida correta. Vamos dar um passo adiante: essa senhora tem um filho. Ela diz que é meu. O DNA provou que não é. De qualquer jeito, eu gosto do cara. Eu banquei sua educação o tempo todo com meu dinheiro, usando o Banco Central. Eu mandei dinheiro para o cara.

Hasan - Por que mandou dinheiro para o cara se ele não é seu filho? Talvez por isso as pessoas ficaram desconfiadas...

FHC - Eu tenho uma conexão com ele. Eu gosto dele.

Abaixo o vídeo da entrevista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247