Acossado, Mantega pode ser convocado

Na incmoda posio de "bola da vez", o ministro foge dos reprteres para no ter de explicar suas relaes com o ex-chefe da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci; senadores lvaro Dias e Demstenes Torres querem ouv-lo

Acossado, Mantega pode ser convocado
Acossado, Mantega pode ser convocado (Foto: Gisele DORIVAN MARINHO/AGÊNCIA ESTADO)

247 - Entre um abraço e outro, Guido Mantega acabou se distraindo no final da cerimônia de posse de Aguinaldo Ribeiro na tarde de ontem. Quando percebeu, estava rodeado de repórteres. Acossado por uma dezena de perguntas sobre a Casa da Moeda, baixou a cabeça e saiu em disparada.

Desde que sua relação com o escândalo de corrupção na Casa da Moeda foi revelada, o Planalto instituiu uma “operação abafa” para tenta blindar Mantega. O presidente da instituição, Luiz Felipe Denucci, é acusado de receber propinas de US$ 25 milhões no exterior, em seu nome e no de sua filha. O ministro sabia que ele era investigado pela Polícia Federal e pela Receita Federal, mas ainda assim o manteve no cargo. A oposição também suspeita que o ministro mentiu quando atribuiu a indicação de Denucci ao PTB. O vice-presidente Michel Temer pediu ao PMDB que não toquem no assunto nos próximos dias, assim como fizeram outros ministros fiéis à Dilma com seus aliados.

Certos de que Mantega tem muito a explicar, os senadores Álvaro Dias (PSDB-GO) e Demóstenes Torres (DEM-GO) querem sua convocação.

Alvaro Dias protocolou nesta segunda-feira (6) requerimento pedindo que o ministro Guido Mantega (Fazenda) dê explicações à Comissão de Assuntos Econômicos.

Outro documento também pede que Denucci seja ouvido. A oposição deve apresentar outro requerimento para que José Martins, presidente da empresa responsável por fazer o relatório sobre as movimentações financeiras das"offshores" de Denucci, preste esclarecimentos na Comissão de Fiscalização e Controle sobre o caso.

Intrigam a oposição os valores das supostas propinas, exagerados para terem sido pagas apenas por fornecedores da Casa da Moeda.

O ministro da Fazenda também não tomou qualquer atitude quando há um ano o PTB retirou o “endosso” a Denucci, citando as acusações.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247