Advogado ligado à extrema direita é cotado para Ministério do Meio Ambiente

O advogado Ricardo Salles, que foi secretário do Meio Ambiente do governo Geraldo Alckmin (PSDB), poderá ser escolhido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o Ministério do Meio Ambiente; Salles, um dos criadores do Movimento Endireita Brasil (MEB), disputou uma vaga na Câmara Federal pelo Novo, mas não se elegeu; sua campanha foi marcada pela incitação à violência contra movimentos sociais, por meio de "santinhos" com imagens de cápsulas de munição calibre 30.06, associada a uma foto do MST e ao seu número eleitoral (3006)

Advogado ligado à extrema direita é cotado para Ministério do Meio Ambiente
Advogado ligado à extrema direita é cotado para Ministério do Meio Ambiente

247 - O advogado Ricardo Salles, que foi secretário do Meio Ambiente do governo Geraldo Alckmin (PSDB-SP), deverá ser escolhido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o Ministério do Meio Ambiente. Salles, que é um dos criadores do Movimento Endireita Brasil (MEB), disputou uma vaga na Câmara Federal pelo Novo, mas não se elegeu. Sua campanha foi marcada pela incitação à violência contra movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), por meio de "santinhos" com imagens de cápsulas de munição calibre 30.06, utilizadas para caça, associada a uma foto do MST. O número de Salles, 3006, fazia referência à imagem da munição utilizada na propaganda eleitoral (leia mais no 247).

Nesta terça-feira (27), o advogado participou de uma reunião com Bolsonaro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde funciona o escritório da transição de governo. Segundo Salles declarou à imprensa, no momento ainda não existe uma definição concreta se ele assumirá ou não a pasta. Membro da equipe de transição, o futuro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, manteve contatos com representantes o setor do agronegócio para colher impressões sobre a possível indicação de Salles para o ministério.

Além do episódio da incitação á violência contra os movimentos sociais durante a campanha eleitoral, Salles também já deu declarações polêmicas sobre o aborto e a ditadura militar, além de ser um defensor da pena de morte.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247